CBLoL

As oito principais equipes do país se enfrentam em torneio com formato de liga, batalhando pela supremacia nacional.

PAIN GAMING

Fundação 15-01-2012

Site: http://www.paingaming.net

Títulos: CBLoL 2013.

Como primeira equipe profissional do país, a paiN conquistou desde 2012 diversos títulos, muitos torcedores (tanto a favor quanto contra) e um lugar de destaque na história de League.Foi a equipe que desbravou fronteiras internacionais (IEM Worlds 2013 e International Wildcard 2013), formou a primeira gaming house da América Latina e sempre esteve presente em grandes decisões - como Desafio Internacional 2013, IEM São Paulo 2014 e Liga dos Campeões CBLoL 2014. Depois de um 2014 emocionante, com a vinda dos coreanos Olleh e Lactea, além do ex-rival Leko, a paiN passa mais uma vez por mudanças: os coreanos dizem adeus, e o filho pródigo Felipe “brTT” Gonçalves volta para jogar com os velhos parceiros Kami e SirT, que dispensam apresentações.

KEYD STARS

Fundação 18-11-2012

Site: http://www.keyd.com.br/2015/

Títulos: Liga dos Campeões CBLoL 2014.

A história da Keyd é uma de pioneirismo e grandes investimentos. Na temporada 2013, contratou a equipe campeã brasileira de 2012 e fez história ao vencer os coreanos da Incredible Miracle na IEM 2013 em São Paulo; em 2014, fez a mudança radical que abalou o cenário brasileiro, montando um time dos sonhos e trazendo os coreanos Winged e SuNo, além de brTT (da rival paiN) e takeshi (da também rival CNB). Mas, assim como a Keyd de 2013 decepcionou nos torneios oficiais, a de 2014 foi surpreendida pela KaBuM na Regional Brasileira e não teve um final feliz. Jogadores foram e vieram, e a equipe começa a temporada 2015 com dois novos coreanos: DayDream e Emperor, ambos ex-CJ Entus Blaze, uma das equipes mais tradicionais da Coreia.

KABUM ORANGE

Fundação 01-09-2013

Site: http://e-sports.kabum.com.br

Títulos: Regional Brasileira 2014, International Wildcard 2014.

Do silêncio à explosão. A KaBuM surgiu discreta, em 2013, e logo conquistou a WCG daquele ano. Continuou a trajetória modesta em 2014, até explodir no segundo semestre: bateu os times favoritos na Final Regional, foi campeã do International Wildcard e encerrou a brilhante temporada vencendo a sensação europeia Alliance no Campeonato Mundial de 2014. O que esperar para 2015? A equipe surge com mais experiência depois dos torneios internacionais, e mais alguns ajustes na formação. Os reforços foram Eryon (ex-Jayob), Digolera, que retorna depois de ter passado por outras equipes em 2014 e substitui a sensação da equipe na Regional, Minerva. Se antes a KaBuM não fazia barulho, agora ela é um dos grandes a serem batidos.

CNB ESPORTS CLUB

Fundação 11-07-2012

Site: http://www.mycnb.com.br

Títulos: Desafio Internacional 2013.

Uma das equipes mais tradicionais do cenário brasileiro, a CNB enfrenta o desafio de se reformular para continuar fazendo história. A formação de 2013, com Alocs, takeshi, Danagorn (depois Revolta), Leko e manajj, conquistou bons resultados dentro e fora do jogo, chegando a duas finais brasileiras, conquistando o Desafio Internacional 2013, jogando como amigos e vivendo como uma grande família. Depois do “desmanche” de 2014 e muitos testes, a CNB vem com Nappon, Aoshi, Wos, electro e o antigo treinador Kalec. O desafio é grande, talvez tão grande quanto a força da torcida Blumer.

JAYOB ESPORTS

Fundação 11-09-2014

Site: https://www.facebook.com/jayobesports

A Jayob foi formada com base na Team AWP, equipe promissora que não rendeu bons resultados na temporada 2014 – 5º lugar na Liga dos Campeões, eliminada na primeira rodada da Regional Brasileira pela KaBuM. O meio yeTz é a grande figura do time: carismático, habilidoso e com um grande número de fãs. Ao lado dele está o topo element, que retorna depois de breve passagem pela CNB, e os também conhecidos Theusma e Oxydrean, com apenas Riyev sendo o novato no competitivo. O banco de reservas conta com TheFoxz.

INTZ TEAM

Fundação 20-06-2014

Site: http://intz.com.br

Novos talentos mostrando serviço e dando trabalho para equipes já estabelecidas. Esta é a INTZ (ex-Team United), que cresceu bastante em 2014 e vem lutar pelo topo em 2015. Apesar de micaO, yang, tockers, Jockster e Djokovic terem caído cedo na Regional Brasileira, conseguiram entrar para o Tier 1 no segundo semestre, com boas atuações e batalhas ferrenhas contra paiN, Keyd, KaBuM e a nova CNB. Em 2015, Revolta veio para o lugar de Djokovic, e essa é a lacuna que o time precisa preencher, já que nunca é fácil substituir o capitão e coordenador das jogadas.

KABUM BLACK

Fundação 17-08-2014

Site: http://e-sports.kabum.com.br

A KaBuM Black teve origem no sucesso da KaBuM eSports: a organização ampliou sua estrutura, fez novas contratações e agora conta com duas equipes entre as oito melhores do país. Depois de uma rápida passagem da dupla coreana ReSEt e Shadow em 2014, a KaBuM Black reformulou sua formação, aliando experiência com novos talentos. Os campeões brasileiros Espeon (paiN 2013) e Danagorn (KaBuM 2014) lideram a equipe, acompanhados dos jovens promissores SkyBart, Goku e Matsukaze para mostrar que não existe esse papo de “time B”.

DEXTERITY TEAM

Fundação 14-11-2014

Site: https://www.facebook.com/dexterityteamoficial

Apesar de ser um dos times mais novos do cenário, a Dexterity mostra confiança na experiência somada de suas rotas. A equipe fez uma boa classificatória para o CBLoL, e só caiu nas quartas-de-final, diante da KaBuM. A Dex tem Anjinho e prZo, campeões do torneio de exibição Oficial de Abertura do Servidor Brasileiro, além de Soulsilver, que já passou por Keyd e AWP em torneio oficiais. Piolho, campeão da Gamepólitan 2013, e Rellik, atirador brasileiro vindo diretamente de Portugal, onde jogava competitivamente, completam a formação. Após a primeira semana, Soulsilver foi substituído por 7ico, talento vindo das filas ranqueadas.

PERGUNTAS FREQUENTES

  • O que é o CBLoL?

    O CBLoL (Campeonato Brasileiro de League of Legends) é o campeonato oficial principal do competitivo brasileiro. As oito equipes já classificadas para o CBLoL vão se enfrentar em rodadas semanais, acumulando pontos na tabela. Ao final das sete semanas, começam as eliminatórias com os 6 primeiros colocados. Enquanto os vencedores avançam para as etapas finais, os últimos caem para a Série de Promoção, quando vão disputar sua permanência do CBLoL contra os melhores do Circuito Desafiante.

  • Quantas partidas serão disputadas semanalmente?

    Serão oito partidas por final de semana, sendo duas séries por dia. Pode haver mudanças na agenda, então fique de olho na página principal do CBLoL para acompanhar as novidades.

  • As partidas serão online ou presenciais?

    Todas as partidas serão disputadas presencialmente. A primeira fase de cada etapa acontece em estúdio, onde as equipes jogarão sem a presença de torcida. Já as finais de cada etapa ocorrerão em eventos com torcida – datas e locais serão anunciados futuramente.

  • Haverá eventos presenciais? Onde eles vão acontecer?

    Sim! Estão previstos eventos presenciais em três capitais brasileiras ao longo do ano: Florianópolis (SC), São Paulo (SP) e Goiânia (GO). Mais informações sobre os eventos e a venda de ingressos serão divulgadas em breve.

  • Os treinadores poderão acompanhar suas equipes?

    Será permitida a permanência do treinador dentro da cabine da equipe durante a fase de Escolha de Campeões e durante intervalos. Durante as partidas, os treinadores deverão se retirar.

  • Qual será a estrutura das transmissões?

    A Riot Games será responsável pela transmissão do CBLoL. As partidas vão acontecer em estúdio, com uma equipe experiente de narradores e analistas para trazer as emoções de todas as partidas. Você poderá acompanhar todas as novidades pelo site do CBLoL, com transmissão ao vivo via Twitch, YouTube e Azubu.

  • Haverá retransmissão? Onde poderei rever os jogos?

    As gravações de todas as partidas do CBLoL serão listadas no canal de eSports da Riot Games Brasil no YouTube.

  • As Atualizações do Jogo (“patches”) serão utilizadas imediatamente no CBLoL?

    Há um período mínimo entre o lançamento de um patch e a utilização do mesmo nas competições para que os jogadores possam se adaptar. O mesmo vale para novos campeões lançados em League.

  • Como funcionam as transferências de jogadores?

    O regulamento limita o período e a quantidade de trocas que podem ser feitas por cada equipe. Qualquer descumprimento poderá resultar em penalizações previstas.

  • Como funciona o rebaixamento para a Série de Promoção?

    As três equipes com pior desempenho entre as 8 do CBLoL (as 2 últimas da fase de grupos + a última da eliminatória) caem para a Série de Promoção, onde vão enfrentar as 3 melhores equipes do Circuito Desafiante em confrontos únicos. Os vencedores garantem vaga para o CBLoL – 2ª Etapa.

  • Como funciona a fase eliminatória?

    Ao final da fase de pontos corridos, os 2 primeiros colocados se classificam para as semifinais, enquanto os quatro próximos times (3º, 4º, 5º e 6º colocado) se enfrentam em uma eliminatória. Os vencedores vão para as semifinais; os dois últimos disputam entre si para definir quem passa para o CBLoL – 2ª Etapa, e quem cai para a Série de Promoção.

  • Como faço para participar do CBLoL – 2ª Etapa?

    Se você tem um time, o melhor caminho é disputar o Circuito Desafiante, acumular pontos (e experiência!) e vencer a Série de Promoção.

  • Como funcionará a classificação para o Mundial 2015?

    A equipe vencedora do CBLoL – 2ª Etapa enfrentará a campeã da América Latina por uma vaga no Campeonato Mundial.

  • Eu ainda tinha mais 3 perguntas. Onde posso conferir mais detalhes do regulamento?

    Não tenha medo, pequeno gafanhoto. Todas as regras, explicações das regras e exceções às regras estão listadas no Regulamento Oficial em formato PDF. Este FAQ também será atualizado constantemente com as novidades mais importantes.