Dev
Análise de Campeão: Akshan

Um herói em meio a inúmeros canalhas.

DevAutorRIOT CASHMIIR
  • Copiado para a área de transferência

O Akshan é um cara complexo. Ele é um Sentinela da Luz que entra na batalha empunhando uma arma ancestral de tremendo poder. É um homem que acredita em fazer a coisa certa a qualquer custo. E, além de tudo, tem um sorriso bem charmoso.

Ah, já contamos que ele é um atirador da rota do meio que tem um arpéu e habilidades de furtividade e ressuscitação? Relaxa, vamos falar sobre tudo isso daqui a pouco.

Um novo tipo de assassino

Antes de nos perdermos nos lindos olhos dele, vamos começar falando sobre as origens do Akshan. O objetivo do desenvolvimento da mecânica de jogo do Akshan era criar um assassino rebelde,alguém que se encaixasse no estilo de jogo "vamos dificultar a vida da galera que joga de Lux". Alguém sorrateiro.

070721_01AkshanW_Image.png

Uma das coisas que tornam os assassinos eficazes é a habilidade deles de atacar antes que possam ser contra-atacados. No LoL, isso equivale a: ficar inalvejável, como na forma de fumaça da Akali; ter Controle de Grupo, como no atordoamento do Pyke; e Invisibilidade, como na ult do Talon. São todos traiçoeiros e promovem ataques no estilo guerrilha, em que você explode um inimigo antes de desaparecer no nada. Já que a equipe estava fazendo o kit de um assassino rebelde, furtividade parecia a escolha óbvia. Mas furtividade não é exatamente um novo conceito para um assassino do LoL, então nossa próxima pergunta foi: "Como vamos fazer com que jogar com ele seja diferente?"

A resposta não veio pensando no design do jogo, mas observando as pessoas definirem o meta.

"Já faz algum tempo que andamos observando atiradores irem para o meio no cenário profissional e no regular, mas nenhum deles parece estar no lugar certo", lembra o líder de design de jogos Jeevun "Jag" Sidhu. "Eles não fornecem as coisas que os Campeões projetados para o meio deveriam, como Controle de Grupo, acesso ao alvo ou potencial de dano explosivo. Então, queríamos criar uma experiência que tivesse um estilo de assassino distinto, mas também a jogabilidade de um atirador... e juntar esses dois mundos na rota do meio."

070721_02AkshanIngame_Image.png

O posicionamento é uma parte extremamente importante do papel dos assassinos e atiradores. Como assassino, você quer flanquear e aniquilar os carries mais frágeis, não cutucar desajeitadamente os protetores da linha de frente com uma adaga inflável. E, como atirador, você é o carry frágil com um grande alvo nas costas, então um passo em falso pode significar morte instantânea. O Akshan é as duas coisas; por isso, a equipe queria dar a ele mais controle sobre seu posicionamento nas lutas. Essa linha de pensamento levou a equipe a uma mecânica de jogo superdescolada que voa bem alto.

"Eu queria representar uma parte da cultura do sul da Ásia com o Akshan, pois é algo com que cresci – minha mãe assistia a uma tonelada de filmes de Bollywood quando eu era mais novo. E um elemento característico dos filmes de Bollywood é que eles são dramáticos, com um estilo de ação exagerado que gira em torno de espetáculo e diversão", diz Jag. "As habilidades de movimento típicas do LoL costumam ser a parte mais legal do jogo, e eu tenho um pequeno objetivo de design que é tentar criar um estilo de movimento único para cada Campeão em que trabalho. O escritor de narrativa original do Akshan, David "Interlocutioner" Slagle, e eu conversamos sobre cordas como uma fonte de poder por um bom tempo no início do processo – coisas como arames e armadilhas. Elas não funcionaram, mas o arpéu deu muito certo."

070721_03Hook_Gif.gif

E, enquanto tudo isso acontecia, a equipe também precisava pensar no homem por trás dos movimentos. Que tipo de pessoa seria o Akshan? Por que ele usaria furtividade e um arpéu para encarar os inimigos? E como ele ficou assim?

As regras foram feitas para serem quebradas

Quando você pensa em assassinos, os Campeões que vêm à mente são vários assassinos arrogantes que se acham os bonzões mais destemidos, um súcubo muito amigável, um palhaço demoníaco e um peixe meio besta. Mas nada disso parecia combinar com o Akshan. Ele entra em combate com um arpéu, poxa.Com certeza ele teria que ser mais... descolado.

"À medida que começamos a desenvolver mesmo a mecânica de jogo do Akshan, ficou claro que ele era um rebelde charmoso", diz o designer de jogos Glenn "Riot Twin Enso" Anderson. "E o que os rebeldes charmosos fazem? Eles atravessam uma janela de vidro usando um arpéu, fazem um movimento de parkour e logo depois atiram na cara dos vilões. Essa personalidade se encaixa muito bem na mecânica de jogo dele! Mas ele não é convencido como o Ezreal. Não vai se gabar de todas as suas boas ações para chamar a atenção, mas sim fazer tudo em silêncio, e talvez dê só uma piscadela pra você."

Além de ser o tipo de cara que deixaria você com as pernas bambas, o Akshan não segue as regras. Ele é com certeza o tipo de cara que pensa "f$#%-@* o sistema". Mesmo que esse sistema seja a antiga e reverenciada ordem dos Sentinelas da Luz.

070721_04AkshanOrtho_Image.png

"Sempre tivemos a intenção de que o Akshan se tornasse um dos Sentinelas", conta o artista conceitual sênior Justin "Riot Earp" Albers. "Mas era importante retratarmos a personalidade rebelde dele, mesmo quando se tratava dos Sentinelas. Akshan tem um estilo próprio de se vestir – ele não é definido por nada além de quem realmente é. Até mesmo sua arma, que é uma arma ancestral extremamente poderosa dos Sentinelas, é algo que ele modificou para se adequar ao estilo de combate que ele quer. Não importa que ela seja reverenciada e temida por outros Sentinelas – Akshan deu seu toque de improviso colocando um arpéu."

070721_05AkshanStudy_Image.png

Conceito da ilustração por Esben Rasmussen

Mas ninguém é tão simples assim, e há dor por trás dessa chama. Uma vida inteira de dificuldades,além de uma perda tão grande que quase acabou com o homem que ele se esforçou tanto para se tornar.

Akshan cresceu como um menino de rua em um vilarejo de Shurima. Mesmo quando ainda era muito jovem, não conseguia fechar os olhos para as injustiças ao seu redor e era capaz de enfrentar até mesmo o mais assustador senhor da guerra se considerasse suas ações erradas. Até que um dia ele irritou o homem errado.

O menino foi espancado e deixado para morrer na rua, e até sucumbiu ao doce abraço da morte. Foi salvo por uma mulher gentil chamada Shadya, que usou uma arma terrível e poderosa para ressuscitá-lo.Ela acabou se tornando sua mentora, treinando-o para se juntar aos Sentinelas e fazer bom uso de suas convicções.

Juntos, os dois viajaram por Shurima para coletar armas ancestrais dos Sentinelas,porque elas serviriam contra o futuro retorno de Viego e a batalha final entre o bem e o mal, a luz e as trevas. Aquela coisa de sempre. E tudo foi por água abaixo quando a Shadya foi assassinada. O Akshan pegou a arma que uma vez o salvou e esqueceu toda a conversa da Shadya sobre deter a Ruína que se aproximava. Ele queria apenas uma coisa: vingança.

"Foi difícil encontrar o equilíbrio certo entre vingança e heroísmo", diz o escritor de narrativa principal John "JohnODyin" O'Bryan. "Durante o desenvolvimento, houve ocasiões em que fizemos pequenos ajustes em relação a quem ele era, e ele oscilou muito para o mal e perdeu a parte bondosa. Teve um período em que ele não era o tipo de homem por quem você ia querer torcer. Acho que ele acabou em um lugar que é moralmente cinzento. Ele tem uma moral forte e boas motivações, e é isso que o impede de ser o tipo de homem que ele caça."

070721_06AkshanTargetface_Image.png

Encontrar um equilíbrio entre o rancor e a justiça foi a chave para encontrar a personalidade do Akshan, o que é especialmente importante quando você considera o tipo de pessoa que ele poderia facilmente ter se tornado...

Dois homens, e nenhum dos dois faz questão de usar camisa

O Akshan e o Viego são dois lados da mesma moeda. Os dois perderam pessoas que amavam,e são movidos pela necessidade de trazê-las de volta. O que os separa são as escolhas que fizeram ao longo da vida.

O Viego era um príncipe mimado que viu uma mulher como uma posse. O Akshan era um garoto de rua que foi espancado até a morte – literalmente – por defender o que era certo. Viego assassinou milhares quando se recusou a deixar sua tristeza e egoísmo de lado. Akshan treinou como um Sentinela da Luz para defender os indefesos.Viego quer destruir o mundo e Akshan quer salvá-lo.

Até aí tudo bem, mas LoL é um MOBA, não uma visual novel. Então, não importa quais sejam as diferenças e semelhanças entre esses dois homens, a menos que isso seja perceptível dentro do jogo.

"Ao pensar no Akshan como um atirador da rota do meio, não pude deixar de pensar no quanto eu odeio jogar com eles", admite Jag. "Com os da rota superior também!" Ou eles abatem o oponente no nível dois, conseguem um efeito bola de neve e simplesmente carregam a partida e levam todo o crédito... ou ficam para trás e acabam sendo totalmente inúteis. Eles não fornecem o CG que um mago oferece e demoram mais para atingir o potencial máximo. Basicamente, os atiradores de rotas solo podem levar a experiências de jogo terríveis para colegas de equipe. Eu não queria que esse fosse o caso do Akshan. Adoro criar Campeões que lembram que se unir é divertido e traz recompensas... E faz sentido para quem o Akshan é como pessoa."

O Akshan tem um acesso a alvos incomparável – e isso se tornou a resposta a uma pergunta que a equipe ainda não tinha feito: quem ele tem como alvo?

A resposta parece simples. O Akshan vai atrás de vilões. Assassinos. Canalhas. Mas deve haver algum tipo de recompensa por caçar esses indivíduos. Uma recompensa que expressa que ele se preocupa com seus aliados. E se ele... os trouxesse de volta à vida?

070721_07AkshanWeapon_Image.png

"Muito do poder do Akshan vem da arma dele... e das modificações que ele fez nela", explica Riot Earp. "Eu mantive o arpéu e o bumerangue como parte da arma para simplificar a leitura do personagem e impedi-lo de parecer um 'cara dos gadgets', mas também serviu para mostrar a importância dessa arma."

A ressurreição é uma mecânica muito difícil de acertar no LoL. Especialmente quando se considera que um Campeão precisa perder poder em outro lugar do kit para ter uma mecânica que é capaz de mudar tanto a dinâmica da partida. Quando um Campeão tem Controle de Grupo, mobilidade ou alguma outra ferramenta, ele precisa abrir mão do poder em outros aspectos.Então, tivemos que compensar a habilidade do Akshan de reviver os colegas de equipe tirando parte de seu poder de combate real.

Dentro do jogo, isso significa que o poder do Akshan é realmente limitado a dano explosivo – não o estilo de confronto de equipe abrangente de um atirador tradicional – e, ao contrário de muitos assassinos, ele não tem formas de causar Lentidão ou algum tipo de Controle de Grupo. Mas o que ele traz para um confronto de equipe é igualmente poderoso. E, além disso, quem não adora ser resgatado de uma situação difícil por um rapaz charmoso com um sorriso lindo?

070721_08Revive_Gif.gif

Efeitos visuais da ressurreição de aliados do Akshan feitos pelo artista de efeitos visuais sênior Kelvin "Riot Faybao" Huynh

O Akshan brilha quando seus aliados estão morrendo para um oponente incrivelmente dominador – como um Viego inimigo que acabou de conseguir um quadra. É nesses momentos que todo o resto some e o Akshan consegue ser quem estava destinado a se tornar: um herói.

"A mecânica de ressurreição do Akshan não demonstra apenas quem ele é, mas também o crescimento pessoal dele", diz JohnODyin. "Ele pegou a arma – a coisa que ele usa para reviver seus colegas de equipe – contra a vontade da Shadya. Porque ele não se importava com as regras dos Sentinelas. Mas, quando é confrontado com a realidade das próprias decisões, ele percebe que deveria estar honrando a vida dela em vez de vingar sua morte. Ele sabe que precisa seguir em frente e deixar de lado a busca por vingança."



  • Copiado para a área de transferência