Dev
/dev: Atualização no Plano de Balanceamento

No ano passado, fomos mais objetivos quanto ao balanceamento de Campeões. Veja o que descobrimos até agora.

DevAutorEquipe de Summoner's Rift
  • Copiado para a área de transferência

Boas-vindas à primeira parte de uma série de quatro blogs da Equipe de Summoner's Rift! No ano passado, realizamos a campanha Vida de uma Atualização e compartilhamos como fazíamos uma atualização de balanceamento em League of Legends (confiram o resumo aqui!). Desta vez, abordaremos alguns tópicos relevantes e recorrentes de forma mais aprofundada do que nas Notas de Atualização, nas redes sociais ou nas publicações semanais do Meddler e do Scruffy.

Vejam só o que vem por aí nos próximos meses:

  • Blog 1, final de junho: situação do Plano de Balanceamento de Campeões, introduzido no ano passado.
  • Blog 2, início de julho: nova abordagem para o balanceamento de novos Campeões e AVMs.
  • Blog 3, meio de agosto: balanceamento para grandes torneios profissionais, como o Mundial.
  • Blog 4, início de setembro: balanceamento de runas e itens (e algumas decisões para a pré-temporada 2021).

Plano de Balanceamento de Campeões

Durante a série Vida de uma Atualização, apresentamos o Plano de Balanceamento de Campeões, que monitora detalhadamente o elenco de 148 Campeões do LoL, bem como seus altos e baixos desempenhos, dividindo-os em quatro grupos de jogadores: Médio, Habilidoso, Elite e Profissional. Caso um Campeão esteja com um desempenho muito alto em QUALQUER um dos quatro grupos, ele deve ser enfraquecido. Do mesmo modo, se qualquer um deles estiver com baixo desempenho em TODOS os grupos, significa que é hora de fortalecê-lo.

01_Balance-Framework-AT-LAUNCH_por-BR.jpg

 Dividimos os jogadores em quatro grupos para termos uma compreensão mais ampla do balanceamento dos Campeões. Assim, as necessidades de cada público podem ser levadas em consideração de modo igualitário. Esse plano também nos permite ser mais consistentes e objetivos ao identificar Campeões que estão com desempenho acima do comum, mesmo que somente em um dos grupos. Caso um Campeão esteja forte demais em qualquer nível, ele está deixando o jogo menos justo só por existir na Seleção. Campeões muito fortes também podem reduzir a diversidade, já que os jogadores costumam optar pelos mais fortes. Por outro lado, fortalecemos Campeões que estão com baixo desempenho porque nosso objetivo é que todos estejam fortes para ao menos um tipo de público.

Esse plano nos permite fazer um balanceamento cada vez mais consistente e com menos chances de equívocos, garantindo que Campeões verdadeiramente desbalanceados não passem despercebidos por nosso radar.

Embora tenhamos feito alguns ajustes no plano ao longo do primeiro ano (falaremos mais disso em breve), fomos bastante consistentes em nossas regras e abordagens. Isso nos permitiu chegar a um estado de jogo mais equilibrado, com a diminuição do número médio de Campeões que ultrapassou os limites de balanceamento nas atualizações de 2020 em relação a 2019.

Além dos resultados dentro do jogo, foi muito animador acompanhar conversas dos jogadores mencionando o Plano de Balanceamento de Campeões ao discutir por qual razão um Campeões receberia ou não um fortalecimento ou enfraquecimento. É ótimo ver que muitos de vocês gostaram da Vida de uma Atualização, mas achamos que ainda podemos fazer mais para aumentar a conscientização sobre o Plano de Balanceamento de Campeões.

02_Reworked-LoL-Highlights-Asset_por-BR.jpg

Destaques da Atualização com referências do Plano de Balanceamento (trabalho em andamento)

Este blog é uma ferramenta para isso, mas continuaremos atualizando vocês pela imagem dos Destaques da Atualização para dar mais contexto, já que é uma plataforma que muitos jogadores acompanham. Seguiremos experimentando e avaliando a quantidade de contexto que podemos inserir em nossas Notas de Atualização, mas sem deixá-las tão entediantes para jogadores que não querem que ela acabe se tornando um... Blog do Desenvolvedor :P

Só mais uma coisinha sobre o nosso plano: embora ele seja muito importante para indicar quais Campeões estão desbalanceados, ele não nos aponta o que devemos fazer para modificá-los sem desrespeitar seus estilos de jogo únicos. É aqui que entram os designers (mais detalhes nesta publicação).

O plano também não identifica todos os problemas ligados aos Campeões. Às vezes, temos que intervir, pois mesmo que um Campeão não esteja poderoso demais para os padrões estimados, ele pode estar causando problemas à saúde do jogo e, por isso, deve ser ajustado. Embora Yuumi tenha sido indicada recentemente pelo plano, já estávamos explorando diferentes modos de limitar seu potencial como curandeira supercarregadora no fim do jogo, pois acaba sendo uma Campeã que pouco interage com os inimigos.

Ajustes do plano

Como dito anteriormente, fizemos algumas modificações no plano ao longo do primeiro ano. Abaixo temos a nossa condição atual. Os parâmetros modificados estão destacados:

03_Balance-Framework-SINCE-LAUNCH_por-BR.jpg

Vamos falar sobre as razões que nos levaram às mudanças.

Para combater o desequilíbrio

Nos primeiros meses de uso do plano, estávamos aplicando fortalecimentos com mais frequência do que enfraquecimentos. No início, não percebemos problemas, já que saíamos de um período em que a comunidade sentiu que estávamos muito hesitantes em fortalecer Campeões com baixo desempenho. No entanto, após o Mundial 2019, chegamos a um pico de atualizações repletas de fortalecimentos. Isso se deu principalmente ao fato de que as partidas profissionais não estavam ocorrendo, então não tínhamos uma margem para a quantidade comum de enfraquecimentos.

Por isso, fizemos alguns ajustes:

  • Ajustamos as faixas do que significava ser "poderoso demais" para os grupos Médio e Habilidoso em 0,5%.
  • Ajustamos o grupo Elite para fortalecer seu indicador (mais detalhes a seguir).
  • Agora comparamos nossas alterações de taxa estimada de vitória com as verdadeiras taxas de vitória que sucedem a atualização, focando em corrigir possíveis exageros, mesmo quando o Campeão não ultrapassa os limites por conta dos novos fortalecimentos.
  • Também adicionamos uma nova proteção ao nosso processo de atualização: caso façamos fortalecimentos demais (se mais da metade dos nossos balanceamentos em atualizações subsequentes forem fortalecimentos), estudaremos os seguintes enfraquecimentos:
    • O Campeão com maior presença em cada posição no grupo Profissional.
  • O Campeão com maior desempenho (combinação de maior taxa de vitória e taxa de banimento) em cada posição do grupo Habilidoso.

As novas regras acima levaram aos mais novos enfraquecimentos de Ornn, Kalista, Trundle, Janna e Aphelios, dentre outros. Consideramos essas decisões corretas, embora não se enquadrassem nos critérios do Plano de Balanceamento de Campeões.

Para reformular o grupo Elite

Uma das grandes alterações que fizemos foi no grupo Elite e nos parâmetros de forte ou fraco demais dele. Originalmente, o grupo Elite englobava os Grão-Mestres e Desafiantes, que englobam o melhor 0,1% dos jogadores. Dentro desse grupo, descobrimos que o Elite identificava com mais frequência um subgrupo de Campeões que também eram poderosos demais no grupo Profissional. Os Campeões que eram problemáticos exclusivamente no grupo Elite não estavam sendo apontados, fazendo com que o plano não funcionasse para ajudar esses jogadores.

Para resolver o problema, tivemos que expandir a métrica de Campeões poderosos demais no Elite, não contar simplesmente a taxa de banimento. Decidimos incorporar uma métrica de "taxa de vitória com base na taxa de banimento", como a utilizada nos grupos Médio e Habilidoso. Isso exigiu que expandíssemos os jogadores Elite do top 0,1% para o top 0,5%, já que o tamanho original do grupo não era grande o bastante para fornecer partidas suficientes e gerar números de taxa de vitória. Agora o grupo Elite tem dois identificadores de Campeões fortes demais: a métrica "taxa de vitória com base na taxa de banimento" e a original (com base apenas na taxa de banimento).

Desde que fizemos essa alteração, pudemos perceber de forma mais eficiente as taxas fora da curva do balanceamento que não eram identificadas no grupo Profissional. Por exemplo, Graves foi enfraquecido na Atualização 10.11 com base nessas métricas antes de se tornar um monstro no Profissional. Talon também foi enfraquecido na 10.11 e Wukong foi identificado nessa categoria na Atualização 10.9.

Para flexibilizar os limites do Profissional

Diferentemente das outras categorias, demos uma afrouxada nas faixas do Profissional no início deste ano (o que significa que há menos enfraquecimentos), já que não estávamos observando um crescimento significativo da diversidade entre os profissionais para justificar a frustração que o alto fluxo de enfraquecimentos focados no grupo Profissional estava causando aos demais jogadores. A expectativa é que restrinjamos um pouco mais essas faixas durante momentos importantes do cenário profissional, como no período mais perto do Mundial. Continuaremos olhando com bastante cuidado para essa faixa para não comprometermos o meta profissional.

Alvos de diversidade do meta

No início deste artigo, falamos sobre os objetivos do Plano de Balanceamento de Campeões. Entre eles estava uma atitude mais significativa em relação aos Campeões que se destacam demais. Mas, além disso, sempre tivemos o objetivo de fazer com que nosso elenco fosse muito mais viável (de um modo geral) para os jogadores de todos os grupos. Embora saibamos que nem todo Campeão será considerado forte tanto no Médio quanto no Profissional, o Plano de Balanceamento tenta fazer com que todo Campeão seja forte para ao menos um dos públicos (lembre-se: apontar que um Campeão precisa de fortalecimento significa que seu desempenho está baixo em todos os quatro grupos).

Porém, mesmo que todo Campeão esteja balanceado e viável em ao menos um grupo, isso não garante um elenco diversificado de Campeões em cada grupo. Para nos auxiliar na missão de tornar o elenco de Campeões mais viável em todos os grupos de habilidade, estamos trabalhando em "alvos de diversidade do meta" para cada um dos quatro grupos, bem como um agregado dos grupos Médio, Habilidoso e Elite, englobando todos os que não são jogadores profissionais.

04_Meta-Diversity-Targets_por-BR.jpg

Um Campeão é considerado parte de um elenco viável quando seu desempenho está acima da métrica do que é considerado fraco para aquele grupo. No cenário profissional em particular, escolhas e banimentos fora do comum não são levados em consideração, fazendo com que o número de Campeões no Mundial, por exemplo, seja maior do que definimos aqui como elenco viável.

Esse é um objetivo de longo prazo, especialmente quando o foco é a Fila Solo. Criar ou ressuscitar desequilíbrios no Profissional NÃO é um método aceitável para aumentar a diversidade na Fila Solo. Portanto, as alterações nesse grupo serão bem mais lentas do que no balanceamento normal.

Para deixar tudo mais claro, esta é a nossa situação atual na Atualização 10.12 (a mais recente até a data de redação deste blog):

  • Médio: 81%
  • Habilidoso: 87%
  • Elite: 30%
  • Profissional: 36%
  • Fila Solo: 93%
  • Todos: 98%

Conclusão

Os resultados do nosso primeiro ano de uso do Plano de Balanceamento de Campeões têm sido promissores. Numericamente falando, estamos com um balanceamento melhor do que nunca: Campeões raramente passam despercebidos quando estão se destacando demais, mesmo que apenas em um dos grupos de jogadores.

05_Balance-Framework-JUNE_por-BR.jpg

O novo desafio que surgiu recentemente são os Campeões com 52% - 53% de taxa de vitória com taxas de seleção e banimentos muito mais altas do que o comum, como tem ocorrido com Ezreal, Katarina e Diana. Pensamos em restringir ainda mais nossas faixas, mas optamos por não seguir adiante com essa ideia. Achamos que outras abordagens podem ser formas mais positivas de lidar com a seleção de Campeões, como os alvos de diversidade do meta ou trabalhos sistêmicos, como a próxima atualização de itens da pré-temporada.

Esperamos que essa série de blogs dê um gostinho de como são os trabalhos e desafios da nossa equipe na jornada de balanceamento do League of Legends. Também torcemos para que esse artigo forneça aos apaixonados por Summoner's Rift as informações mais fresquinhas para que o diálogo sobre balanceamento esteja sempre aberto, tanto com a gente quanto com os demais jogadores. Voltaremos na semana que vem com o nosso próximo blog, que falará sobre balanceamento para novos Campeões e AVMs!



  • Copiado para a área de transferência