Dev
Pergunte à Riot: quando teremos itens novos?

Quais serão os itens novos? Skins de humano para não humanos? E representatividade LGBTQ+ canônica. Alternativa para adequar o teor a sensibilidades regionais: Quais serão os itens novos? Como decidimos fazer skins de humano para Campeões não humanos?

DevJogadoresRiot Eggo McLego, Riot Yuujou, Jag
  • Copiado para a área de transferência

Boas-vindas ao Pergunte à Riot

Hoje, falaremos sobre novos itens, skins de humano para Campeões não humanos e casais LGBTQIA+ no LoL.

Ah, e pode nos enviar todas as suas perguntas! Para cada pergunta enviada, você terá 0,000001% a mais de chance de tirar seu Campeão favorito no ARAM.

Existem planos de acrescentar novos itens à Loja?

Estamos trabalhando em dois itens novos e em um que foi bastante reformulado. Idealmente, pelo menos dois desses vão chegar ao ambiente de jogo por volta do meio do ano; ainda não temos certeza de quando o terceiro será lançado, já que ele pode acabar ficando para a pré-temporada.

Primeiramente, lançaremos um novo item Lendário de tanque que tem um vínculo parecido com o do Juramento do Cavaleiro ou da Convergência de Zeke, com a diferença de que ele é estabelecido com um inimigo. Esse item concede redução de dano apenas contra o inimigo-alvo, assim como uma aura de redução de Tenacidade contra o mesmo adversário caso você esteja perto dele. Será excelente para lidar com um carry muito forte ou com uma composição de equipe de uma única ameaça, bem como para responder a uma investida dividida ameaçadora.

Em segundo lugar, já que estamos falando sobre investida dividida, vamos falar também sobre a Lâmina Sanguinária. Na teoria, ela funciona muito bem para jogar solo, mas o conjunto de atributos dela não ajuda muito nisso. Estamos reformulando esse item e tirando-o do campo da Letalidade, ampliando sua atratividade para qualquer Campeão de DdA que tenha como objetivo avançar pelas rotas laterais como condição de vitória. Vamos mudar o foco do poder da Lâmina para que possa agregar parcialmente algum potencial tanto no 1vX (bem focado na fila solo) quanto na destruição de uma torre que esteja sendo defendida por um oponente resistente (bem focado no cenário profissional).

Planejamos lançar esses itens na mesma atualização, já que ambos se concentram bastante na rota superior/investida dividida.

Em terceiro lugar, estamos desenvolvendo um item Lendário de suporte. Tradicionalmente, encantadores ficam totalmente indefesos quando são pegos, fazendo com que seja extremamente penoso jogar com eles quando a equipe inimiga tem atacantes fortes. O item novo concederá resistência a dano explosivo no estilo da Ampulheta de Zhonya, mas com um foco bem maior em suporte.

Por último, estamos pensando em escopos de itens que achamos que merecem ser trabalhados para a pré-temporada. Ainda não temos planos definidos, mas fique de olho.

Jag, Designer-chefe de Jogo na Equipe de Summoner's Rift

Vocês planejam incluir casais LGBT+ canônicos dentro do jogo no LoL? Da mesma forma que o Lucian e a Senna ou o Rakan e a Xayah.

Na nossa visão, jogos são uma mídia progressista para uma nova geração de contadores de histórias diversificados. Como histórias são uma janela para o mundo de outra pessoa, elas oferecem a oportunidade de nos conectarmos e compreendermos uns aos outros. Queremos que essa conexão seja encorajada em nosso público, e uma forma de fazer isso é continuar dando destaque a histórias LGBTQIA+.

Falando especificamente dos Campeões LGBTQIA+ no League of Legends, nossa abordagem em relação à narrativa varia bastante. Para alguns, as falas podem servir de pistas. Para outros, temos várias histórias em diferentes canais que estamos animados para contar. Uma que será lançada pouco tempo depois desta publicação, por exemplo, trata do "Festival da Véspera Sem Noite", com a Diana e a Leona.

Os relacionamentos de Campeões LGBTQIA+ vão depender dos personagens e do momento em que eles estão em suas jornadas pessoais. Alguns podem não estar em um relacionamento, alguns podem ser um casal, alguns podem ser ex-amantes/inimigos e outros podem estar começando a demonstrar interesse e passando pelo processo de autodescoberta.

Resumindo...

Queremos que nossas histórias sejam um espaço em que a comunidade possa se ver refletida, com personagens com quem as pessoas queiram se conectar. Universalmente, nossa comunidade demonstra que quer ver mais disso. Então, continuaremos incluindo Campeões LGBTQIA+ no LoL (mesmo que eles não necessariamente façam parte de um casal). Isso abre caminho para novas possibilidades e permite que sejamos honestos com nós mesmos e com o nosso público.

Riot Yuujou, Líder LGBTQIA+

Gostei da nova skin do Xerath e queria saber: como se dá a decisão de transformar um Campeão não humano em humano para uma skin?

Que bom que você curtiu a skin! Transformar Campeões em humanos nas skins nos permite apresentar uma fantasia totalmente nova, e isso é bem empolgante. Mas esse campo é cheio de desafios, já que temos que preservar a clareza da mecânica de jogo e criar algo que funcione com o esqueleto e as animações existentes. Se acharmos que a temática se encaixa bem com o Campeão e também traz algo novo, faremos o nosso melhor para encontrar soluções criativas para que dê certo. O Xerath é um bom exemplo, já que conseguimos manter a silhueta geral ao mesmo tempo em que apresentamos um lado totalmente diferente dele.

Queremos evitar fazer isso muito frequentemente com um Campeão para não afetar a essência de sua identidade, mas ficamos animados quando podemos mostrar essa perspectiva nova de um personagem.

Riot Eggo McLego, Produtor-chefe de Skins

Tem alguma pergunta? É só clicar aqui, deixar a timidez de lado e perguntar o que quiser!



  • Copiado para a área de transferência