Conheça as equipes do Campeonato Brasileiro - parte 2

Por: buenout

Seja bem-vindo a mais uma análise das equipes do Campeonato Brasileiro. Na primeira parte conhecemos Keyd e RMA, e agora vamos encerrar o Grupo A com PeesPlay e Nex Impetus, que a partir de sexta-feira (19) disputam US$ 60 mil em prêmio e a chance de ir para a Alemanha disputar uma vaga no Mundial. 

Se você ainda não comprou seu ingresso, fique atento! As vendas das entradas para sexta-feira (19) encerram-se às 18h00 desta quarta-feira (17). Já a venda de ingressos para o sábado (20) termina às 18h de quinta-feira (18).

A análise das equipes a seguir é de Bruno "LeonButcher" Pereira, um dos narradores que vão transmitir as partidas junto de Diniz "Gruntar" Albieri e Gustavo "LoLDuBR" Docil, além dos comentaristas Pato Papão e Caipira do Mal.

Para mais informações, confira o site oficial do Campeonato Brasileiro.   

===========

EQUIPES DO CAMPEONATO BRASILEIRO

Por LeonButcher*

PeesPlay eSports

Formação: Lucas "plaa" Coelho (suporte), Adrian ''Mandiocaa'' D. Romero (mid), Leandro "Fox" Ferreira (top), Micael "MicaO" Rodrigues (carregadaor), Luan "Jockster" Cardoso (selva)  
Capitão: Mandiocaa
Destaque: micaO
Classificação: 5º  lugar (65 pontos)
1ª Classificatória – AGE Campinas: Não disputaram
2ª Classificatória – ESL Open: 5-8º lugar (20 pontos)
3ª Classificatória – BGL Arena: 4º lugar (25 pontos)
4ª Classificatória – A Cartada Final: 5-8º lugar (20 pontos)

História

Considerada por muitos a quarta força do Campeonato Brasileiro, a PeesPlay eSports é uma das últimas equipes a ter participado de um torneio offline. Mesmo tendo ficado em quarto na BGL Arena, a etapa foi importante para o time angariar certa experiência e conquistar a sua vaga. 

A formação atual da PeesPlay começou em fevereiro de 2013 na organização Lemon Gaming. Logo após conquistarem algumas boas colocações em campeonatos, eles foram chamados para defender as cores da RMA eSports, quando entraram os jogadores Fox e Djokovic (reserva do time). Já em abril, antes da primeira classificatória do Campeonato Brasileiro, o time migrou para a AceZone e lá disputou as últimas três etapas para conseguir a vaga. Depois que o time foi classificado, a AceZone liberou a formação por decisões próprias, e entãoo os jogadores encontraram na PeesPlay uma casa para representar.

Depois das classificatórias houve algumas trocas de posição. O jogador Jockster era suporte e foi para sua função principal, caçador da selva. Assim, Djokovic virou reserva do time, e plaa foi trazido para cumprir a posição bot junto do carregador micaO. Apesar de não terem disputado nenhum campeonato com esta nova formação, todos os jogadores se conhecem e já jogaram juntos, então não tiveram problemas de sinergia e nem de adaptação.

A terceira etapa foi provavelmente a mais memorável para a equipe. Enfrentando um playoff longo e cansativo para o evento offline da BGL Arena, conseguiram bater o que hoje é a formação B da PeesPlay nas oitavas, e logo depois eliminar a RMA nas quartas por um placar de 2-1 conquistado com muito suor. A etapa presencial foi a primeira experiência de campeonato offline para quatro dos cinco jogadores do time. De todos, apenas o topo Fox havia jogado torneios assim, o que serviu de experiência para os demais mesmo sem torcida no local. 

A PeesPlay foi um dos únicos times a não fazer uma gaming house ou um bootcamp de treinamento, mas os integrantes garantem que ainda assim seguem uma rotina rígida de treino jogando com amistosos com outras equipes e assistindo a replays de outras partidas.

Jogador em destaque: micaO

Conhecido nas filas ranqueadas brasileiras e atualmente no nível desafiante, micaO é a principal força do time da PeesPlay para um bom campeonato. Famoso principalmente por sua Caitlyn e seu Varus, ele conta com uma boa sinergia com os companheiros de equipe que sabem seu estilo de jogo e conseguem defendê-lo quando ele é o foco do time adversário. Costuma manter um alto número de tropas mortas para fazer seus itens rapidamente.

Pontos fortes

A PeesPlay é conhecida por jogar com composições de time voltadas mais para um jogo longo, tendo seu carregador como a principal fonte de dano. Mandiocaa (mid) gosta de usar campeões puramente voltados ao Poder de Habilidade (AP) como Karthus, Zyra e Orianna. O jogador Fox tem grande experiência, já que foi participante do Campeonato Brasileiro de 2012, e vencedor do Showmatch Oficial de abertura do servidor brasileiro. Ele é conhecido por sua Nidalee no topo, onde costuma puxar a rota sem parar, ocasionando a destruição de diversas torres.

Ponto fraco

O controle da selva é um problema corriqueiro no time, mas que pode ser resolvido com a mudança de Jockster para a posição. A equipe também precisa trabalhar um pouco mais na fase de rotas do jogo para conseguir chegar aos estágios mais avançados, quando ela se beneficia de uma boa composição de Campeões. No mais, é preciso focar no controle de objetivos, e para isso Fox poderia deixar de puxar a rota top para se juntar ao time nas disputas pelos pontos de interesse.

Nex Impetus

Formação: Pedro "LEP" Marcari (top), Rodrigo "Digolera" Haddad (carregador), Daniel "Dans" Nascimento (suporte), Bruno "bit1" Lima (selva), Thiago "TinOwns" Utino (mid)
Capitão: Digolera
Destaque: LEP
Classificação: 8º  lugar (40 pontos)
1ª Classificatória – AGE Campinas: Não disputaram
2ª Classificatória – ESL Open: Não disputaram
3ª Classificatória – BGL Arena: 5-8º lugar (20 pontos)
4ª Classificatória – A Cartada Final: 5-8º lugar (20 pontos) 

História

Agora em sua terceira formação, a Nex Impetus tenta mesclar a experiência com uma boa mecânica para levar o caneco para casa. A equipe não disputou o Campeonato Brasileiro de 2012, mas teve participação na BGL Battle #11 (levou o título contra a Wild Blaze por 2-0) e no IEM São Paulo, quando caiu na fase de grupos (ainda que com uma formação que hoje se chama CNB eSports Club). 

A Nex é formada por jogadores conhecidos no cenário, como LEP, ex-top da CNB, que disputou o CBR 2012, IEM-SP 2013 e diversos outros campeonatos, e já chegou a ser considerado o melhor top do Brasil. O capitão e carregador Digolera também esteve presente na IEM-SP (porém como reserva). Ele é conhecido nas filas ranqueadas brasileiras por sua mecânica excelente jogando de Vayne, que não raro rende um ban contra seu time. TinOwns (mid) gosta de campeões com dano explosivo como Syndra, Zed e Twisted Fate, e com frequência ele é visto emboscando outras rotas. Na rota bot temos o suporte dans com sua vasta experiência, tanto de suporte quanto de carregador. Ele dá preferência a Campeões com controle de multidão como Taric e Leona. Por último, mas não menos importante, temos bit, um jogador que fez muito sucesso em outros jogos antes de League of Legends, chegando a disputar (e vencer) campeonatos internacionais. É um integrante que dá à Nex Impetus experiência para suportar a pressão. Bit joga um jogo arriscado, emboscando bastante. Ele usa campeões como Lee Sin e Evelynn, com uma mobilidade boa.

Como a equipe só foi formada em 31 de maio, praticamente junho, ela só conseguiu disputar as duas últimas classificatórias – sendo que bit e TinOwns não atuaram em nenhuma etapa classificatória. Então se a Nex quisesse marcar presença no Campeonato Brasileiro, precisaria pontuar nas duas últimas etapas, e foi o que aconteceu. 

Na BGL Arena, após passar pela 2 Kill Gaming por 2-0, a Nex Impetus encontrou-se com a CNB, time que contava com a antiga formação da Nex. A derrota nas quartas de final deixou a equipe com 20 pontos, muito pouco para conseguir a classificação. Na quarta etapa, a Nex deveria conseguir no mínimo 25 pontos (equivalente a um quarto lugar). Novamente nas quartas-de-final aconteceu o confronto com a CNB. A Nex conseguiu mais abates, mas perdeu na destruição de torres e, consequentemente, foi eliminada.

Com 40 pontos no geral, a equipe empatou na pontuação com a League of Pauses e precisou disputar um desempate. Com partidas marcadas por pausas por problemas de conexão, a Nex conseguiu a vitória por 2-0, com destaque para duas atuações fantásticas do topo LEP utilizando Renekton e Malphite.

Chegando ao Campeonato Brasileiro com dois novos integrantes, a Nex Impetus é outra equipe a estabelecer um bootcamp e fazer treinamentos intensivos para tentar conquistar a taça de campeão brasileiro de 2013.

Jogador em destaque: LEP

Também conhecido pelo nome “Irelia”, LEP já conquistou diversos títulos e atuou em diversos campeonatos tanto offline quanto online. Seu repertório de Campeões passa por Renekton, Kennen, Vladimir, Shen e sua temida Irelia. Assim ele consegue se encaixar em diversas composições de equipe e também consegue escolher um Campeão “counter” - ou seja, aquele que se dá bem contra a escolha do adversário.

Pontos fortes

A Nexus tem uma imensa força individual. O poder de mecânica de jogadores como LEP, Digolera e bit contrasta bem com aqueles que jogam mais para o time, como TinOwns e dans. Assim o time tem uma fase de rotas muito sólida, e não raro a agressividade imposta nessa fase do jogo cria um efeito bola de neve que pode garantir a vitória.

Pontos fracos

Conforme a partida sai da fase de rotas, a força da equipe começa a cair. A sinergia fora das rotas não é a melhor, e nas classificatórias não parecia haver alguém que desse a chamada da jogada para os outros jogadore seguirem. Isto pode criar dúvidas quando uma luta de times está acontecendo. A Nex consegue abater vários oponentes, mas peca em derrubar as torres, o que acaba criando problemas na manutenção do controle do mapa.

*Bruno "LeonButcher" Pereira joga League of Legends e acompanha o cenário competitivo brasileiro e internacional desde 2010. Começou a narrar partidas em 2012, e já foi o "caster" de eventos como o Showmatch Oficial de Abertura do Servidor Brasileiro, o Campeonato Brasileiro de 2012 e a Intel Extreme Masters São Paulo 2013.

Campeonato Brasileiro - Terceira Temporada

Site oficial: www.cblol.com.br
Quando:
 19 a 21 de julho, a partir das 9h
Onde: WTC Golden Hall - Avenida das Nações Unidas, 12551, Brooklin Novo, São Paulo - SP, 04578-903 (COMO CHEGAR)
Ingressos: R$ 20 por dia (COMPRE AQUI)


6 years ago


Conteúdo Relacionado