KaBuM Black: Invictos no rebaixamento

Por: LeonButcher

KaBuM Black

CBLoL 2015 - 1ª Etapa
Topo: SkyBart
Caçador: Danagorn
Meio: Goku
Atirador: Matsukaze
Suporte: Espeon

 

O asterisco da KaBuM Black na tabela de classificação é mais que um mero detalhe. É um incômodo lembrete, uma pequena maldição que a equipe vai precisar carregar até o final da fase de pontos corridos desta Primeira Etapa do CBLoL 2015. Ele representa os 4 pontos negativos que fazem com que o time invicto não esteja entre os primeiros colocados, mas sufocado na "zona de rebaixamento", de onde pode cair para disputar a Série de Promoção contra times do Circuito Desafiante.

O impressionante é que, mesmo começando o CBLoL com essa penalidade por ter excedido o número de substituições de jogadores, a KaBuM Black não se abalou. Além de uma vitória contra a DEX, a KBB conseguiu empates contra Jayob, a irmã KaBuM Orange e a paiN Gaming. Mostrou sinergia e boas atuações, mas terá pela frente um desafio maior ainda: os próximos jogos serão contra CNB, Keyd e INTZ, atualmente os três primeiros colocados.

Acompanhe as entrevistas de Danagorn e dos analistas do CBLoL, Melão13 e gstv, no nosso SoundCloud. Algumas falas estão incluídas nesta matéria.

.

Após conquistar a vaga no CBLoL, a KaBuM Black perdeu os coreanos Shadow e ReSet e também os jogadores Poring e Digolera, deixando apenas Espeon. Todas as mudanças na equipe para o início da temporada 2015 resultaram em penalidade de quatro pontos desde o início do CBLoL.

Copo meio cheio

Para o caçador Danagorn, campeão brasileiro em 2014 com a KaBuM Orange e membro da equipe que disputou o Mundial 2014, foi necessário ver o lado positivo da pontuação negativa. "Começar no negativo teve seu lado bom. Conseguimos montar a equipe da maneira que queríamos e com os jogadores que queríamos, independente do que poderia acontecer. E começar atrás só nos deu mais motivação para batalhar por bons resultados e jogar cada vez melhor".

As mudanças não foram pequenas. Da equipe que havia conquistado a vaga no CBLoL, apenas o suporte Espeon (campeão brasileiro em 2013 com a paiN) permaneceu. Os coreanos Shadow e ReSet deixaram a equipe, assim como Poring e Digolera. A nova formação veio com o experiente Danagorn e os novatos Skybart (Topo), Goku (Meio) e Matsukaze (Atirador).

Começar atrás só nos deu mais motivação para batalhar por bons resultados - Danagorn

No papel, a KaBuM Black era considerada uma equipe em ascensão, mas fora do grupo dos favoritos. "Apesar de empatarmos três vezes, tínhamos certeza de que poderíamos ter conseguido a vitória nos confrontos, pela maneira como a equipe vinha atuando", comenta Danagorn. Se não fosse pela penalidade, a KaBuM Black estaria hoje com 6 pontos, empatada com paiN e CNB, e logo atrás dos líderes Keyd e INTZ.

Novatos de ouro

O que mais impressiona na KaBuM Black é a maneira como SkyBart, Matsukaze e – em menor escala – Goku têm mantido boas atuações contra adversários experientes, mostrando que todo o ímpeto de um jogador novo é essencial para os bons resultados da equipe. O analista do CBLoL Gustavo "gstv" Cima elogia as atuações de SkyBart e Goku. "É interessante como eles conseguem atuar com tanta confiança. SkyBart tem uma sinergia muito boa com os companheiros e seu desempenho tem melhorado de forma muito rápida em pouco tempo. Já o Goku ainda mostra alguns erros de sincronia, mas coisa que deve melhorar conforme a equipe treina e joga".

Com 19.25, Matsukaze tem o maior AMA (KDA) do CBLoL até agora.

Já o atirador Matsukaze é um fenômeno à parte. Com 19.25, ele é dono do maior AMA (ou KDA, para os bilíngues) do CBLoL, tendo sido abatido apenas quatro vezes durante todas as oito partidas disputadas até agora. "O Matsukaze era cotado como uma revelação desde o ano passado" comenta Gustavo "Melão13" Ruzza. "E isso é perigoso, pois às vezes o jogador chega com muita pompa e acaba cedendo à pressão, mas ele tem correspondido à altura e é uma peça fundamental nessa surpreendente KaBuM Black".

A luta não para

Motivação alta e jogadores atuando bem. Era – quase – tudo de que a KaBuM Black precisava. As próximas partidas definirão os seis classificados para a fase eliminatória, e a KaBuM Black já disputou jogos contra as equipes na parte debaixo da tabela, restando a difícil tarefa de jogar contra CNB, Keyd e INTZ. "Creio que contra Keyd e CNB a gente consiga ganhar", comenta Danagorn. "Mas a INTZ está realmente em um nível acima dos outros times, e será a partida mais complicada do campeonato para qualquer equipe".

Com espírito animado e cada vez com mais surpresas – culpa do ótimo técnico Jukaah -, a Black segue firme, mas atenta para sua posição delicada na tabela e para os grandes desafios nas próximas semanas do CBLoL.


Próximas partidas da KaBuM Black

Sábado, 14/02 – CNB eSports x KaBuM Black
Sábado, 21/02 – Keyd Stars x KaBuM Black
Sábado, 28/02 – INTZ Team x KaBuM Black


Fotos: Riot Games, myCNB e ColunaGamer


4 years ago

Marcado com: 
CBLoL