KaBuM no Mundial: NaJin White Shield

Por: LeonButcher

Entrando no último lugar da Regional Coreana, a NaJin White Shield atropelou todos os oponentes para chegar até o Mundial 2014: 3-0 contra a KT Rolster Bullets, 3-0 contra a KT Rolster Arrow e finalmente 3-1 contra a SK Telecom T1 K, atuais Campeões Mundiais e equipe do Meio Coreano Faker.

Ou seja: se o grupo já não é fácil, esta provavelmente será a partida mais difícil para o time brasileiro.


Quinta-feira, 25/09
07:00 – NaJin White Shield x KaBuM eSports
Sábado, 27/09
06:00 – KaBuM eSports x NaJin White Shield 

História e estilo de jogo

NaJin White Shield

Topo: Baek “Save” Young-Jin
Caçador: Cho “watch” Jae-Geol
Meio: Yu “Ggoong” Byeong-Jun
Atirador: Lee “Zefa” Jae-Min
Suporte: Kang “GorillA” Beom-Hyeon

A NaJin soube utilizar o metagame atual para extrair o melhor de seus jogadores. Em temporadas anteriores, a equipe viveu um pouco na sombra da sua irmã, NaJin Black Sword (que inclusive disputou dois Mundiais, sendo eliminada pelos futuros campeões). Grande parte da mudança que fez com que a White Shield fosse a representante da organização para este Mundial foi a vinda do Caçador Watch da equipe irmã.

Considerada uma das potências coreanas, a Shield ainda não venceu a OGN, mas a vinda de Watch alçou o time de um quarto lugar na Temporada de Inverno para um segundo lugar (perdendo para a Samsung Galaxy Blue) na Temporada de Primavera. E mesmo com a eliminação nas quartas-de-final da Temporada de Verão para a futura campeã, KT Rolster Arrows, por 3-2, a Shield conseguiu pontos suficientes no sistema coreano para disputar as Finais Regionais da Coreia. Foi então que eles atropelaram a KT Rolster Bullets por 3-0, depois a atual campeã coreana KT Rolster Arrows também por 3-0, e chegaram na final, quando eliminaram do Mundial 2014 a atual campeã do mundo, SKT T1 K, por um placar de 3-1.

A mudança no estilo de jogo da Shield foi essencial para a melhora no desempenho dos jogadores e classificação para o Mundial. A transição de rotas controladas e poder nas partes mais tardias do jogo para um ritmo frenético e agressivo no começo, proporcionando maior controle de objetivos e lutas de equipe, fez com que a equipe surpreendesse os adversários.

Muito desse poder parte das mãos de dois jogadores: Watch e Save.

Enquanto o primeiro é o Caçador com experiência de Mundial e controla o ritmo da equipe com chamadas e emboscadas, o segundo é um dos melhores Topos do mundo no momento. Ao contrário de muitos topos que preferem campeões mais tanques, Save opta por jogar agressivo com campeões como Nidalee, Ryze e Kayle, e regularmente é o grande responsável pela vitória da equipe.

Pontos Fracos

Enquanto Save e Watch são os grandes responsáveis pelas vitórias da White Shield, o Meio Ggoong alterna partidas em que ele parece o melhor jogador do mundo controlando Ahri e Orianna, para outras em que ele parece frágil, como jogando de Yasuo. Entretanto, o ponto mais fraco da equipe é, de fato, a rota inferior.

GorillA e Zefa são extremamente inconsistentes. É visível o desconforto do Suporte quando ele não consegue seu Thresh, e o Atirador tem demonstrado alguns erros de posicionamento durante as lutas de equipe, sendo frequentemente pego fora de posição pelos adversários na OGN.

Rotas Quentes

Topo: LEP x Save

LEP tem optado por campeões que fazem a linha de frente, como Maokai e Alistar. Ele pode ter problemas contra campeões agressivos utilizados por Save. O capitão da KaBuM precisa segurar ao máximo o potencial de Save, que se tiver problemas na rota certamente contará com a ajuda de Watch.

Inferior: Minerva e dans x Zefa e GorillA

A inconsistência dos coreanos na rota de baixo tem de pesar o máximo possível a favor dos brasileiros. Sabemos que dans é um mestre em pegar adversários fora de posição com suas Prisões Aquáticas de Nami ou Ligação das Trevas da Morgana, e, aproveitando-se dos erros constantes de posicionamento de Zefa, a dupla da KaBuM pode conseguir escalar uma boa fase de rotas. O grande perigo aqui pode ser a agressividade de Minerva; apesar de ele não ter sido muito punido na Regional e no Wildcard, com certeza seus erros não serão perdoados em um Mundial.


4 years ago


Conteúdo Relacionado