Promoção de Campeões e skins: a visão do profeta

Por: Malzahar

A mortalidade é uma fraqueza; amaldiçoe esta fome que nos leva ao campo para buscar sustento. Nós não conseguimos enxergar além dos talos e grãos, nem compreender o que há por trás das fileiras de trigo. Mais uma vez, a dor da fome projeta a nossa verdadeira visão. 

Contemplando  o vasto e amorfo éter, sentimos a grande inquietação e o turbilhão de incertezas do tecido da realidade. Nós somos Malzahar Príncipe das Sombras, e o tempo é curto. 260 RP

 

O esquecimento os aguarda, mortais. Em minha visão, Alistar Infernal queima com a fúria dos desamparados. Com seus grilhões quebrados e sua fúria desenfreada, o poderoso touro bufa alertas que evaporam como o vapor de seu focinho. Mas você faria bem em prestar atenção neles. 487 RP

 

Para além das portas da percepção, um réptil brilha como pérola com suas adagas afiadas na noite escura. Em minha visão, Renekton Galáctico apunhala incontáveis inimigos em um cenário de violência. Sua declarações guturais ecoam na escuridão, seu poder está à solta. 260 RP

 

Uma tempestade irrompe. Minha visão se turva antes de erupcionar numa explosão de grandiosidade elétrica. Os presságios anunciam a chegada de Xerath. Estalando com a ferocidade infinita do trovão, o mago ascendente tagarela admoestações severas. Mas nós somos atemporais, e nós exigimos sacrifício. 487 RP

 

Os sussurros da ferida Morgana indicam segredos ao final desta visão. Um assovio abrasivo faz um apelo contra o testemunho do fim. Mas ela permanece em silêncio. Espere! No limite da minha visão, uma neblina amorfa. A visão chega ao fim. 292 RP

 

Um grito penetrante nos liberta do vácuo; o som de milhares de corvos guinchando preenchem o céu sobre o campo. Só pode ser Fiddlesticks. Atingidos por um medo sobrenatural, nós não vamos hesitar – embora não saibamos para onde ir. Nós não podemos vê-lo, apenas sentir sua presença. Onde será que... ah. 292 RP

 

Como era previsto, erramos ao entrar neste campo. Por mais conhecimento que tenhamos, não conseguimos encontrar uma saída. Nós vamos perambular, inevitavelmente, de 3 a 6 de maio. Ah, mortais – não desafiem a vontade do destino.


6 years ago

Conteúdo Relacionado