Os rumores não mentem. Os esgotos tóxicos de Zaun, que já tinham dado origem ao grande Semeador da Peste conhecido como Twitch, causaram uma mutação ainda maior. Recebemos relatos da presença do rato – ou de seu cheiro? – no ambiente de testes, rastejando e guinchando, anunciando a pestilência que está por vir.

Por trás do Campeão

Já faz anos que estamos de olho no Twitch. Enquanto alguns Campeões de League of Legends tinham (ou ainda têm) o infame pé de pizza, o velho Twitch mal tinha um pé para começo de conversa. Na verdade, como ele quase sempre ficava coberto por aquele capote surrado, sua estrutura de animações (o esqueleto em que nós articulamos as juntas para criar movimento e emoções) era extremamente limitada, dificultando a criação de skins novas. Então em vez de tentar um milagre para reformar o velho rato, percebemos que era melhor começar do zero e criar um Semeador da Peste totalmente novo.

Sabemos que atualizar Campeões sempre vai ser um assunto delicado: existem 118 Campeões em League of Legends atualmente, e cada um deles tem um lugar especial no coração de alguém. Para satisfazer os antigos jogadores de Twitch e ao mesmo tempo trazê-lo para novos jogadores, nós precisávamos identificar o que é que as pessoas tanto gostam no rato. Depois de pesquisas (tanto internas quanto externas), definimos a atualização de Twitch com base em alguns pilares:

Fofura pestilenta

Nós adoramos a personalidade do Twitch, e tomamos algumas iniciativas não só para preservá-la, mas para fazê-la brilhar de verdade. Agora, seus modelos, animações e vozes reforçam o ar levemente maníaco e ao mesmo tempo coisinha-fofa-e-pestilenta-que-vai-me-matar. O vídeo acima mostra um pouco das novidades.

Modelos versão 2014

O Twitch foi lançado em 2009, então temos 5 anos de melhorias técnicas e de conceito para realizar nessa atualização. Estamos incluindo alguns recursos revolucionários ao dar movimentação à parte inferior do corpo dele (dá pra acreditar?) e trazendo a personalidade à tona com animações que fluem pelo corpo inteiro, incluindo a cauda. É claro, nós também incluímos uma série de pequenos retoques que agora são padrão, como diferentes animações de corrida dependendo da velocidade de movimento, falas adicionais e uma nova arte de divulgação perfeitamente nojenta (em breve!).

Mais qualidade de vida

Nem todas as mudanças no Twitch são revolucionárias. Enquanto trabalhávamos nos novos modelos, atualizamos alguns efeitos para ajudar tanto Twitch quanto seus inimigos:

  • Acrescentamos um efeito sonoro e um sopro de partículas de veneno para indicar melhor o momento em que Emboscada for ativada. Isso deve ajudar a mostrar aos jogadores de Twitch que eles ficaram invisíveis, principalmente quando estiverem sendo atacados.
  • Expungir agora tem um indicador de alcance, e acrescentamos uma partícula ligando Twitch a suas vítimas expungadas. Isso deve ajudar os jogadores na equipe rival a entender por que a vida deles acabou de evaporar.
  • Acrescentamos partículas extras em Fogo Cego que mostram quem mais está sendo atingido pelo ultimate do Twitch. Isso deve ajudar tanto Twitch quanto seus inimigos a verem para onde está indo o dano.



Volume 58, Edição 12

DIRETO DO ESGOTO

"É, o Twitch é bem famoso aqui nesse buraco, mas não é a única aberração que ronda por aí. Twitch, o Chupa-Cabras, o Corcunda... essas criaturas que cê acaba inventando pra ficar com a cabeça tranquila enquanto o resto do corpo tá atolado na sujeira, limpando o esgoto. Mas teve essa história que... só pode ser ele! Sabia que eu tava ali, chamou meu nome, ficou sussurrando no escuro. Aí o Zé apareceu e o barulho parou. Achei que eu tava ouvindo coisa, e continuei trabalhando. Mas aí eu escutei de novo. Depois o Zé e eu chegamo no cano que era pra desentupir, e eu tô lá, com o braço atolado, quando eu vejo ele. Ele foi chegando e mandou nós cair fora, mas eu tava só fazendo meu serviço! Eu ia morrer se tivesse ficado lá, mas quando eu vi ele atirando eu saí voando. Corri que nem louco, mas o Zé num foi muito rápido, não, e ainda tava com o saco de lixo nas costas. Gritei pra ele jogar fora, mas ele nem ouviu. Ele tava branco que nem um fantasma, e daí eu corri mais rápido ainda. Escutei o bicho vindo, arranhando a parede, e o Zé pedindo socorro... mas eu corri.”

“E daí cê escapou?”

“Foi sim, saí correndo pra onde dava e quase estourei a tampa do esgoto, tão louco que tava pra fugir dele. Só voltei mais tarde pra ver se achava o Zé. Levei três seguranças, a gente tava pronto pra pegar esse rato.”

“Aí cê achou o Zé.”

“É. Tava duro igual pedra, caído numa poço de veneno, cheio de flecha nas costas. Mas não acreditei que o Zé ainda tava com tudo lá. Equipamento, roupa, comida, tudo lá certinho. A única coisa que o Twitch levou foi o saco de lixo que o Zé tava carregando. Não entendi. Juro que não entendi nada.”

Quando Twitch chegar no ambiente de testes, queremos ouvir os comentários e sugestões de vocês. Só não se esqueçam de desinfetar a rota depois que ele passar!